Gestão Ambiental

Gestão Ambiental

O SUEMTS – Sistema de Urgência e Emergência do Munícipio de Taboão da Serra tem grande responsabilidade com a questão ambiental e vem trabalhando para reduzir seus impactos, pois reconhece que os serviços de saúde são, de modo geral, grandes consumidores de recursos (água, energia, materiais, etc.).

As unidades do SUEMTS seguem as exigências relativas ao Plano de Gerenciamento de Resíduos Serviços de Saúde (PGRSS), que é baseado nos princípios de não geração e de minimização de resíduos. Este documento aponta e descreve as ações relativas ao manuseio, armazenamento e disposição final, reduzindo os riscos ao meio ambiente em conformidade com a legislação vigente.

Caneca Ecológica

Caneca Ecológica: este projeto tem como principal objetivo despertar a consciência ambiental dos colaboradores da Instituição. Vai de encontro ao conceito dos 3R`s (Reduzir, Reutilizar e Reciclar), utilizado no Gerenciamento de Resíduos. Reduzir significa minimizar, ou seja, não produzir resíduos sem necessidade.

Neste projeto, cada novo colaborador recebe uma caneca, ficando responsável pela sua higienização e armazenamento em local adequado. Dessa forma, não são disponibilizados copos descartáveis aos colaboradores, apenas, para pacientes.

Redução, reutilização e reciclagem de papel sulfite

Redução, reutilização e reciclagem de papel sulfite: o uso de papel sulfite reciclado nas Unidades, pois acredita-se que esta seja uma forma de incentivar o mercado de reciclagem de papel. Além disso, estimula a impressão dos dois lados da folha, a utilização de rascunho e o e-mail como forma de troca de informações, visando à minimização do emprego de recursos naturais e, consequentemente, a geração de resíduos.

Coleta de pilhas, baterias, óleo de fritura, chapas de raios-X inservíveis, lâmpadas tubulares fluorescentes

Coleta de pilhas, baterias, óleo de fritura, chapas de raios-X inservíveis, lâmpadas tubulares fluorescentes: as unidades possuem pontos de coleta de alguns tipos de resíduos, ficando responsáveis pela elaboração de informativos/banners aos usuários das Unidades, bem como aos colaboradores a fim de garantir a destinação final adequada.

Economia de energia

Economia de energia: diversas ações foram desencadeadas, visando a economia de energia. Entre elas, destacam-se: troca das lâmpadas fluorescentes de 40 WATS por 32 WATS, troca de 10% das luminárias com quatro lâmpadas por luminárias com duas lâmpadas fluorescentes, troca de lâmpadas incandescentes por lâmpadas econômicas, adequação da fiação elétrica, adequação do quadro elétrico das enfermarias com troca de disjuntores termoelétricos por disjuntores eletrônicos, troca do parque tecnológico por equipamentos com certificação PROCEL.

Economia de água

Economia de água:diversas ações foram desencadeadas, visando à economia de água. Entre elas, destacam-se: manutenção preventiva e corretiva da hidráulica com trocas das tubulações defeituosas, reparo completo da parte mecânica da hidráulica do reservatório de água com impermeabilização evitando possíveis infiltrações e vazamentos indesejáveis, trocas das torneiras manuais por torneiras de toque, instalação de arejador viabilizando economia de 70% em comparação com as torneiras comuns, infraestrutura de interligação da rede de esgoto interna com a rede coletora da SABESP, evitando descarte impróprio de dejetos da rede de esgoto pública.